Os aparelhos que você possui são compatíveis com a sua velocidade de internet?

Toalheiros | 24 ago 2023

Os aparelhos que você possui são compatíveis com a sua velocidade de internet?

Ainda falando da qualidade da conexão, além de problemas externos e interferências, ainda existe um outro ponto que precisa de muita atenção: o modelo dos seus aparelhos!

Se você contratar uma internet de 600 MEGAS, mas não possuir um aparelho Wi-Fi capaz de entregar tudo isso, não vale o investimento, sabe? Por isso, é muito importante entender que esse tipo de equipamento precisa ser trocado e estar sendo atualizado.

Mas, para você se tornar um expert no assunto, hoje iremos falar mais detalhadamente sobre isso e te ajudar a entender a importância de deter esse conhecimento. Vamos lá!

Padrões de Conexão

1. Wireless

Os padrões de protocolo de todos os produtos desenvolvidos pelo Institute of Eletrical and Electronics Engenieers (IEEE), garantem que eles possam se comunicar usando a mesma frequência de 2.4 GHz (maior distância) e 5 GHz (mais velocidade).

Porém, isso não quer dizer que a sua velocidade vai ser alta, porque muitos celular, notebooks e adaptadores Wi-Fi possuem um padrão de 11g, ou seja, não são potentes o suficiente para entregar o esperado.

Esses padrões de Wireless que trabalham em duas velocidades são os mais novos do mercado e, o indicado, é que você atualize os seus equipamentos para eles, para ter uma conexão mais rápida e que te entrega a capacidade máxima do seu plano de internet.

2. Cabo de rede

Já na conexão por cabo, existem placas de rede Fast Ethernet (10/100 Mbps), Gigabit Ethernet (10/100/1000 Mbps) e 10 Gigabit Ethernet (10/100/1000/10000 Mbps). Normalmente, uma rede cabeada que utilize a Porta Fast, que é a considerada padrão, consegue fazer uma transferência de dados de até 100Mb/s, o que já é considerado um padrão antigo.

Mas, com o avanço da tecnologia, já existe a Porta Giga que é capaz de fazer a transferência de dados em até 1 GIGA de velocidade. Ou seja: é muito melhor do que anterior e vai proporcionar mais qualidade de conexão para sua casa.

Esse tipo de informação é importante, porque você pode estar utilizando um modelo antigo na sua casa e, muitas vezes, a sua operadora de internet já está até oferecendo o modelo novo em suas instalações. Por isso, é importante que você consulte o seu pacote de vez em quando, para saber se há possibilidade de uma atualização.

Dispositivos

Em um piscar de olhos, novas tecnologias surgem. Hoje é assim, tudo muito rápido! E nós sabemos que é difícil de acompanhar, mas isso também gera um certo problema com as conexões que você pode ter em casa.

Um exemplo muito claro disso é o 5G. Quando ele foi anunciado, todo mundo ficou eufórico, porque uma qualidade maior de internet ia ser disponibilizada para os celulares e, de fato, foi. Mas não é todo mundo que consegue ter acesso a ela.

Isso acontece porque alguns modelos de celular não têm capacidade de hardware para suportar a nova tecnologia e, mesmo que você compre um pacote com 5G, ele não vai funcionar.

Outro exemplo é quando você contrata um plano de 500 MEGAS, para ter uma internet super rápida e aproveitar à vontade, mas o seu celular tem um padrão de 802.11b, que proporciona velocidade até 54MBps apenas. O que isso significa? Que mesmo você tendo o melhor plano do mundo, o seu celular vai te entregar só 54 MEGA, porque a configuração dele não permite mais do que isso.

Portanto, para você poder ter acesso à mais alta velocidade de internet, além de contratar um bom plano, você precisa de equipamentos que operam com compatibilidade.

E como posso saber quanto de internet chega ao meu equipamento?

Para realizar um teste de velocidade da forma correta, você precisa seguir dois passos importantes:

1. Realizar o teste por cabo conectado diretamente ao roteador.

2. Utilizar um site confiável. Você pode usar o da nossa plataforma, clicando aqui.

Como faço para testar?

1. Ligue o cabo de rede em um computador e no roteador;

2. Desligue o Wi-Fi de todos os dispositivos;

3. Feche todas as abas do seu navegador e não use a internet;

Quando o teste começar, ele vai apresentar duas velocidades:

  • Velocidades de download (Mbps): taxa de transmissão que baixa arquivos;

  • Velocidade de upload (Mbps): taxa de transmissão que recebe arquivos.

Ali serão mostrados os números que podem ou não, dependendo da compatibilidade do seu computador, apresentar a quantidade de megas contratadas no plano.

Esse artigo foi útil? Se sim, compartilhe com os seus amigos que também precisam saber dessa informação para melhorar a qualidade de conexão!